domingo, 18 de dezembro de 2011

O PRIMEIRO



O PRIMEIRO

FOI MERO
MEORO QUIMERA,.
MERO ACASO
MERO BEIJO,
MERO DE UMA SEMENTE EM DESAVANEIOS
MERO ACOMODO,..
MERO BEIJO ARDENTE,.
MEROS EM ILHA PERDIDA,.
ERAMOS MEROS APENAS,..
MERA VALSA MAL DANÇADA,..
MERO PÉ NO PÉ BEM PISANTE PENSANTE.
MERO...
FALADO E DITADO AO CORAÇÃO,..
QUE OS MEROS SE TORNARAM ELOS DE VERDADE
DE AMOR E VONTADE EM TOQUE DE SAUDADES,.
DA CONCPÇÃO DAQUELA QUIMERA DE MERA PAIXÃO.

AUTOR:ED.CRUZ

2 comentários:

  1. Lindo post, lindo blog. Já estou te seguindo aqui também amigo. Abraços de luz!

    ResponderExcluir

Obrigado pelo seu comentário! seja sempre bem vindo ao AFRO DO AMOR.